Buscar
  • Associação Holandesa

Willibrordus van Lieshout recebe título de Cidadão Honorário de Não-Me-Toque

A honraria de Cidadão Honorário é dada para quem não é natural do município, mas adota no coração a cidade e ganha destaque através de ações e feitos de grande relevância para a sociedade. Nesta semana, em Sessão Solene na Câmara de Vereadores, o imigrante e agricultor Willibrordus Henricus Van Lieshout recebeu o título de Cidadão Honorário de Não-Me-Toque, após proposição do Vereador Charles Morais com aprovação dos demais vereadores.


Willi como é conhecido por muitos no município, nasceu em Heeswijk, uma pequena cidade da Holanda em 24 de junho de 1937, vindo para o Brasil em 1958, sendo um dos imigrantes pioneiros que desbravaram e ajudaram no crescimento e transformação de Não-Me-Toque, como conta Willi em seu depoimento no documentário "A História - Imigração Holandesa em Vídeo", promovida pela Associação Holandesa e produzida pelo PortalNMT.





Em janeiro de 1961, Willibrordus casou-se com Alberta Wilhelmina Maria Sleutjes na cidade de Jaguariuna, no estado de São paulo e deste casamento nasceram 06 filhos: Adriano Afonso Maria( In memoriun), Adriano Afonso, Afonso Lamberto, Paulo Alberta, Marcelo Teodoro e Eduardo Willy.


Willibrordus cursou ainda na Europa o 2º grau, além do curso agropecuário que frequentou durante dois anos, bem como o curso de contabilidade por mais dois anos. De profissão agricultor foi líder de jovens rurais Holanda.


Foi no ano de 1962 que mudou-se com a família para Não-Me-Toque, visando ampliar sua atuação na agricultura. Aqui teve importante papel para o crescimento e inovações no setor agrícola.


Em sua trajetória em Não-me-Toque foi Conselheiro fiscal e de administração da Cotrijal, Vice-Presidente da Comunidade Católica, Presidente da APM da Escola São José, Presidente da APAE, Presidente da ACINT, Presidente do Sicredi Alto Jacuí, Presidente do Congresso Apsul-América e Presidente do Sindicato Rural.


Atuando junto a Associação Holandesa foi Presidente da mesma, além de ser professor de Língua Holandesa.


Deixando um lindo legado e história, Willi escreveu ainda um livro chamado "Eu era um deles", onde conta sua história de vida e como foi viver em meio a 2ª Guerra Mundial e posteriormente a sua imigração para o Brasil.



Em suas redes sociais o Vereador Charles, proponente do projeto publicou:

“Nesta noite estivemos entregando o Título de Cidadão Honorário de Não-Me-Toque ao Senhor Senhor Willibrordus Henricus van Lieshout, que foi proposição de minha autoria.
Importante destacar que o Título é concedido a pessoas não nascidas no Município e que tenham se destacado nas mais diversas áreas.
Salientamos que é preciso homenagear aqueles que contribuem com o desenvolvimento de nosso Município, e este reconhecimento é salutar que seja em vida, enquanto ainda podemos apertar a mão, olhar nos olhos, agradecer e parabenizar pelos feitos em nome do bem comum.”

O Prefeito Gilson dos Santos (Maninho), em suas palavras parabenizou Willibrordus por seus feitos:

"Devemos muito a comunidade Holandesa, ao senhor, por dedicar o que temos de mais precioso, o nosso tempo, usando-o para ajudar não-me-toque a se tornar o que é hoje"

O Presidente do Legislativo, Maiquel Souza agradeceu pela grande honra em poder homenagear Willibrordus:

"Na noite de hoje temos a oportunidade de homenageá-lo, o senhor não tem ideia do quanto isso eleva o patamar do nosso legislativo em poder homenagear uma pessoas da sua grandeza, do seu trabalho e com a sua história de vida."

Em seu discurso, o homenageado da noite agradeceu pela honraria:

"Quero agradecer a todos os presentes nesta noite, principalmente a minha esposa e meus filhos por se fazerem presente."

Willi ainda agradeceu pela oportunidade de ter participado das entidades

"Eu não fiz nada sozinho, eu fiz tudo junto com vocês, por que praticamente todos trabalharam junto comigo em uma ou outra entidade, e eu acho natural que quando se mora em um certo lugar, quando se vai bem neste lugar, você tem obrigações, eu sempre senti obrigação de trabalhar também para a comunidade"

NA FOTO, WILLI E OS DEMAIS PIONEIROS DA IMIGRAÇÃO

Texto por PortalNMT com informações da ASCOM da Câmara de Vereadore

203 visualizações0 comentário